Os meus amigos

Os meus amigos oferecem-me amor
em taças de aletria,
em gomos de laranja dos seus quintais
ou em cachecóis que tricotam
com ternuras antigas.

Os meus amigos vertem
a solidão e a felicidade
em chávenas de
café escuro e aromático,
que bebemos a meias.

Não são modelos de beleza — os meus amigos.
Não são importantes — os meus amigos.
Provavelmente, os meus amigos serão,
como muitos outros — e eu própria —
anónimos medíocres, que a História
não comentará.

Mas que importa tudo isso
se os meus amigos têm laranjas,
aletria e cachecóis para me oferecer?

Luísa Félix

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: