Ao entardecer, o Guadiana

o entardecer acende uma estrela na planície
e doira as pedras do chão, em silêncio
— é quando sobe o rumor da água,
a secreta linguagem do rio
que não se desvenda, porém murmura
ao ouvido de quem retarda o passo
a escutá-lo.

gonçalo bruno de sousa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: