Biblioteca

Os ramos e a chuva projetam-se na vidraça da biblioteca.

Sacudidas por um vento cinzento, desfolham-se uma a uma as magnólias,
como se de páginas de um livro se tratasse…

Um livro a contar uma história cor de inverno.

Sem flores.

E onde na maioria das árvores
os pássaros substituem as folhas…

Se ao menos as borboletas andassem por aí…

Oiço nevar
ao virar da página…

Teresa

One thought on “Biblioteca

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: